Skip to content Skip to footer

Projeto Paisagens Sustentáveis

Abrange: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Tocantins, Roraima

Contribuições: Adequação, Validação CAR

Iniciativa: agência implementadora é o Banco Mundial, a agência executora do componente relacionado ao Código Florestal é a Conservação Internacional e a coordenação do projeto é feita pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria de Biodiversidade, em parceria com os Órgãos Estaduais de Meio Ambiente dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, com os órgãos federais que atuam nas temáticas do projeto, como o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O projeto também conta com outros parceiros como o IPAAM e o IDAM (assistência técnica do produtor)

O Projeto Paisagens Sustentáveis tem como objetivo promover a gestão integrada da paisagem, por meio da conservação, uso sustentável e recuperação dos ecossistemas. O projeto é dividido em 4 grandes componentes. Um desses componentes tem como foco o fortalecimento de políticas públicas, planos e ações voltados à proteção e recuperação da vegetação nativa, assim como a gestão das florestas e sua integração em paisagens sustentáveis.


Como contribui para a implementação do Código Florestal: apoio à etapa de análise do CAR, indicando ao produtor as condições do imóvel, seus passivos e ativos ambientais e apoio na etapa de regularização ambiental. A iniciativa também contribui com o monitoramento da recuperação da vegetação nativa, o fomento a políticas que promovam a cadeia produtiva do manejo/recuperação da vegetação nativa e o apoio à implementação da concessão florestal.


Duração: junho de 2020 até junho 2022. Porém há perspectiva de renovação.


Financiamento: Fundo Global do Meio Ambiente (GEF)


Metas de redução de desmatamento: promover práticas sustentáveis em 5,92 milhões de hectares, tanto em áreas protegidas como em propriedades rurais; promover a restauração florestal de 28 mil hectares; promover a concessão florestal em 1,4 milhão de hectares e; apoiar a adequação ambiental de pelo menos 27 mil propriedades rurais.


Desafios enfrentados: a necessidade de assistência técnica para a inscrição no CAR e elaboração e implementação do PRA é um grande desafio. Outros desafios:  os produtores/proprietários moram em locais pouco acessíveis e com pouco acesso à internet; há uma grandes lacunas de conhecimento sobre a lei e o processo de regularização. Como solução aos desafios apresentados, a organização de mutirões para a inscrição no CAR foi uma forma de ampliar o alcance do projeto, chegando em mais produtores.


Produtos e mais informações: Para mais detalhes e informações, acesse o site: https://www.conservation.org/brasil/iniciativas-atuais/paisagens-sustentaveis-da-amazonia

© 2022 Observatório Florestal. Todos os direitos reservados.

Assine nossa Newsletter