Skip to content Skip to footer

CONSERV

Bioma(s): Amazônia, Cerrado

Abrange: Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Amapá, Tocantins, Mato Grosso, Amazonas

Contribuições: Incentivos Econômicos

Iniciativa: IPAM EDF e Woodwell Climate Research Center.

É um programa de compensação financeira para produtores rurais com excedente de vegetação nativa em suas propriedades. Trata-se de um mecanismo privado e de adesão voluntária, que compensa proprietários rurais por manterem a vegetação nativa que, potencialmente, poderia ser suprimida de forma legal.

Como contribui para a implementação do Código Florestal: O CONSERV faz estimativas para os Estados da Amazônia Legal sobre a cobertura dos cadastros, excedentes de reserva legal, passivos florestais, e áreas conservadas de florestas. O projeto foca principalmente na adicionalidade dos excedentes de vegetação nativa em imóveis rurais, e em como fazer pagamentos aos proprietários com áreas acima de 4 módulos fiscais que mantém o excedente em pé. 


Duração: abril de 2017 a outubro de 2024.


Financiamento: Norway’s International Climate and Forest Initiative (NICFI), Embaixada do Reino dos Países Baixos.


Metas de redução de desmatamento: o CONSERV tem a meta de preservar no mínimo 14 mil hectares de vegetação nativa nesta fase experimental. Entre os objetivos, no entanto, estão estabelecer modelos de negócio que potencializam a área conservada.


Desafios enfrentados: os maiores desafios estão na criação e implementação de modelos de negócio que abranjam toda a diversidade de possuidores de terra na Amazônia Legal.


Produtos e mais informações: Conheça mais detalhes da iniciativa acessando aqui

© 2022 Observatório Florestal. Todos os direitos reservados.

Assine nossa Newsletter